Publicidade:

Image and video hosting by TinyPic
  • O Ensino Fundamental de nove anos


    Alexandra Ferronato Beatrici

    A ampliação do ensino fundamental realmente fazia-se necessária, pois viabilizou que crianças de seis anos, especialmente aquelas que se encontram em áreas de pobreza estejam na escola preparando-se para a alfabetização. Enquanto crianças com mais recursos estudam aos seis anos (e até mesmo antes), as taxas de alfabetização referentes às crianças menos favorecidas não passam de 20%.

    Mas, é preciso ter dois cuidados fundamentais para com essa faixa etária:

    Primeiro: aos seis anos, a criança ainda aprende por meio de brincadeiras, de forma lúdica, e não deve ser jogada no sistema formal do ensino fundamental sem que isso seja levado em conta. Essa fase é favorável ao desenvolvimento cognitivo, pois a criança passa a ter mais facilidade para lidar com a linguagem, a escrita, a leitura, a interpretação; ela também começa a entender os mecanismos das quatro operações matemáticas. Apesar de todo o potencial para aprender, a criança aos seis anos ainda quer brincar e não se pode pensar que acabou o tempo da brincadeira e começou o da seriedade. Ela está com uma condição psicolinguística muito favorável, mas o professor só terá êxito se trabalhar de forma lúdica antes e durante o processo de alfabetização.

    Segundo: ter uma criança de seis anos no ensino fundamental é também expô-la, ainda mais cedo, à repetência. Dados do MEC mostram que é justamente na primeira série do ensino fundamental onde estão as maiores taxas de repetência do Brasil: 36%. Isso significa que um, em cada três estudantes da primeira série repetem. Os efeitos da repetência sobre um alfabetizando de sete anos são devastadores, antecipar isso com certeza afeta ainda mais a auto-estima e o desempenho dessa criança.

    O desafio posto à escola é a equidade e qualidade da educação. A ampliação do Ensino Fundamental de nove anos, como política afirmativa de equidade social, é uma ação que promove o acesso e permanência do aluno nos espaços de aprendizagens, bem como a democratização do conhecimento, visando a superação de uma escola excludente. Entretanto, a “chave” para a inclusão ou exclusão deste sujeito aprendente na escola é responsabilidade de todos: gestores, professores, coordenadores pedagógicos, pessoal de apoio, pais e comunidades, somente juntos será feita uma educação numa perspectiva ética, estética, humana e solidária.



0 comentários:

Deixe uma resposta

ONDE NOSSOS PÉS PISARAM...

........

LOCAL: Escolas Estaduais de abrangência da 15ª CRE
ANO: 03/2012 - 12/2012
ATIVIDADES: Formação Continuada para os professores das Escolas Estaduais.
- Bloco Inicial da Alfabetização: 1ºao 3º anos do Ensino Fundamental.
- Ensino Médio Politécnico.
Foram atendidas 41 escolas da região do Alto Uruguai, totalizando mais de 500 horas de formação.



LOCAL: Prefeitura Municipal de Barão de Cotegipe/RS
ANO: 09/2012 -11/2012
ATIVIDADES: Formação Continuada para os professores da rede municipal de ensino - Educação Infantil e Ensino Fundamental - Anos Iniciais

........

LOCAL: Associação de Amparo a Maternidade e Infância - ASSAMI Erechim/RS
ANO: 02/2012-08/2012
ATIVIDADES: Formação Continuada para os professores e coordenadores da Educação Infantil

..........

LOCAL: Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais - APAE de Erechim/RS
ANO: 03/2012 - 11/2012
ATIVIDADES: Formação Continuada para os professores da Instituição

........

LOCAL: Prefeitura Municipal de Itatiba do Sul/RS
ANO: 02/2012- 09/2012
ATIVIDADES: Formação Continuada com os professores da rede municipal de ensino e professores estaduais

.........

LOCAL: Prefeitura Municipal de Faxinalzinho/RS
ANO: 03/2012- 07/2012
ATIVIDADES: Formação Continuada com os professores da rede municipal de ensino

........

.LOCAL: Prefeitura Municipal de Getúlio Vargas/RS
ANO: 2012
ATIVIDADES: Oficinas no Fórum Nacional de Educação

.......

LOCAL: Prefeitura Municipal de São Valentim/RS
ANO: 02/2012 06/2012
ATIVIDADES: Formação Continuada de Professores

..........

LOCAL: Centro Educacional e Cultural Algodão Doce/Concórdia-SC
ANO: 06/2009 - Atual
ATIVIDADES: Assessoria Pedagógica na Instituição e Formação de Professores da Educação Infantil

.........

LOCAL: Prefeitura Municipal de Erechim/RS
ANO: 06/2010 - 10/2011
ATIVIDADES: Formação Continuada para os Coordenadores e Professores dos 1º e 2º anos do Ensino Fundamental;Formação dos Professores da Educação Infantil; Assessoria na elaboração dos Planos de Ensino do Ensino Fundamental

........

LOCAL: Prefeitura Municipal de Marcelino Ramos/RS
ANO: 10/2010 - 12/2012
ATIVIDADES: Formação Continuada com os professores da rede municipal de ensino;Assessoria na elaboração dos Projetos Políticos Pedagógicos das escolas;Assessoria na elaboração dos Planos de Ensino do Ensino Fundamental

.........

LOCAL: Prefeitura Municipal de Maximiliano de Almeida/RS
ANO: 02/2011- 07/2011
ATIVIDADES: Formação Continuada para os professores da rede municipal de ensino

........

LOCAL: Prefeitura Municipal de Viadutos/RS
ANO: 04/2011 - 11/2011
ATIVIDADES: Formação Continuada para os professores do sistema municipal de ensino

........