Publicidade:

Image and video hosting by TinyPic
  • ATIVIDADES SUGERIDAS PARA ESTIMULAR A ESCRITA E A LEITURA - Ensino Fundamental

     MINHA REVISTA:

    O processo de leitura começa com a identificação de figuras. “Ler figuras“ e reconhecer retratos são atividades importantes como preparação para uma boa alfabetização. O contato com a representação gráfica da realidade, o prazer de reconhecê-la, expressos de uma forma tão diferente, fazem parte do despertar da motivação para a leitura; sem estar motivada para aprender o que está escrito, a criança não irá pesquisar e descobrir o significado das coisas escritas.

    Descrição:

    Figuras de revista e/ou jornais recortados e coladas em papel ofício ou sulfite.

    Possibilidades de exploração:

    • Mostrar as figuras à criança;

    • Perguntar o que representam; caso ela não saiba ou não diga, falar o nome do objeto e fazer relação com alguma coisa que já seja conhecida pela criança;

    • Olhar as figuras e dizer para que servem;

    • Dividir a turma em três grupos e o quadro negro em três partes. Colocar uma gravura grande em lugar visível para todos. Solicitar a um grupo por que nomeie palavras referentes a coisas observadas na figura e ir escrevendo no quadro, no lugar reservado àquele grupo. Vencerá o grupo que conseguir observar maior número de detalhes, ou seja, aquele que nomear maior número de palavras;

    • Cada criança poderá montar seu próprio álbum, escolhendo figuras que gostaria de colecionar.



     ATENÇÃO, ATENÇÃO:

    As revistas de figuras são muito úteis para motivar as crianças para a leitura. Observando as figuras, as crianças estão não somente desenvolvendo sua capacidade de discriminar visualmente, mas também tentando decifrar significado das palavras escritas.

    Descrição:

    Uma folha de cartolina (colada em dois pedaços de cartão grosso para endurecer e poder dobrar) contendo 60 quadradinhos recortados de revistas em quadrinhos e colados em diferentes posições; 60 cartelinhas com as mesmas figuras, recortadas de outra revista igual.

    Possibilidades de exploração:

    • Colocar o tabuleiro sobre a mesa e distribuir as cartelinhas entre os participantes. Ao sinal de início, cada jogador deverá colocar sua cartela em cima da figura igual no tabuleiro. Quem conseguir colocar primeiro todas as suas figuras vence o jogo;

    • Dar cinco fichas, ou marcadores, para cada participante (poderão ser tampinhas coloridas) e colocar todas as cartelinhas dentro de um saquinho. Uma criança sorteia uma cartelinha, mostrando-a aos outros jogadores por aproximadamente 5 segundos. Em seguida, esconde-se a cartela, virando-a de face para baixo e as crianças deverão, o mais rapidamente possível, colocar suas fichas no tabuleiro, sobre as figuras correspondentes ao desenho visto na cartelinha. Depois, outra criança fará o sorteio. O primeiro que conseguir colocar todas as cinco fichas sobre os desenhos dá o sinal e aí todos param, não podendo mais marcar as figuras. Contam-se os pontos (cada figura certa vale 1 ponto) e assim continua o jogo, até que alguém consiga fazer 15 pontos.

    • As crianças observam as figuras durante um minuto, depois cada criança à sua vez, pede que os colegas encontrem uma figurinha com determinadas características. Ex: “Magali comendo melancia”, para ver quem acha primeiro.

    • Recortar quadrinhos de revistas infantis e colar no caderno, procurando modificar o final da história.



     VERDADE OU MENTIRA?

    Possibilidades de exploração:

    • Sortear uma cartela e uma cartelinha e ler o que está escrito para ver se o complemento é verdadeiro para a frase. As crianças deverão dizer se é verdade ou mentira a afirmação efetuada. Ex: “O açúcar é...azedo” (mentira). Quando a resposta é mentira, passa a vez. Quem sortear a resposta VERDADE ganha a cartela;

    • Vence quem conseguir o maior número de cartelas;

    Atividades complementares:

    • Sortear algumas cartelas e copiar a frase citada, completando-a corretamente;

    • Fazer pequenos grupos e pedir-lhes que escrevam uma carta enigmática, ou seja, misturem as palavras com símbolos e desenhos. Solicitar que troquem as cartas para tentar decifrar as cartas dos colegas.



     FRASE FEITA:

    • O primeiro jogador diz; “Vou fazer uma viagem e levar um (ou uma)...” Para completar a frase, ele tem de usar outra palavra com a letra U. Ex: “Vou fazer uma viagem e levar um urso”. O segundo repete a primeira frase e faz outra começando com dois (ou duas), usando a seguir uma palavra com a letra D. Assim: ‘Vou fazer uma viagem e levar um urso e dois diamantes”. O jogo continua até o “dez”. Quem não se lembrar do que os amigos disseram ou errar na hora a sua frase sai do jogo.



     QUEM SOU EU?

    • Um jogador fecha os olhos e tira uma foto do saquinho. Os outros olham a foto (que pode ser de Harry Potter), por exemplo). Quem sorteou a figura pergunta: “Quem sou eu?”. Cada jogador dá uma pista: “Você usa óculos” ou “Você tem dois amigos” e assim por diante, até a pessoa acertar quem é. Depois, é a vez de outro jogador.



     UMA PALAVRA PARA CADA LETRA:

    • Tirem a sorte. Quem ganhar escolhe uma palavra que pode ser, por exemplo, bola. Cada um tem de formar uma frase com as letras da palavra escolhida, como: “Bruno olha lua amarela”. Cada frase certa vale 1 ponto. Depois é a vez de outra pessoa escolher uma palavra. Vence quem somar mais pontos.



     LETRA PROIBIDA:

    • Tirem a sorte. Quem vencer escolhe qual será a letra proibida (pode ser o V, por exemplo) e faz uma pergunta para cada jogador. Se ele perguntar qual é a cor da grama, o amigo não pode dizer verde, mas pode dizer algo como: “É a mesma cor do caule da flor”. Quem disser uma palavra com a letra proibida sai do jogo. Depois que todos responderem uma pergunta, tirem a sorte e recomecem com outra letra proibida.



     FALTA UM:

    • Colocar na caixa lápis, moedas, botões e demais materiais diversos. Cobrir a caixa com pano. Uma criança de cada vez, irá colocar a mão dentro da caixa e tocar os objetos.

    • Sortear alguém que vai tirar um dos objetos sem que ninguém veja. Depois, cada um coloca a mão na caixa por aproximadamente 20 segundos e anota o que está faltando.

    • Quem acertar será o próximo a tirar algo da caixa. Quando todos estiverem craques, poderá ser colocado outros objetos ou trocar os que estão na caixa.



     CORRIDA DAS ASSINATURAS:

    Divide-se a turma em filas de acordo com o número de estudantes. Na frente de cada fila, a uma distância de cerca de 10 metros, coloca-se um arco. O primeiro da cada fila terá em suas mãos um giz. Ao sinal, ele deverá sair correndo e escrever dentro do arco a primeira letra do seu nome. Em seguida, deverá regressar correndo e entregar o giz para o segundo da fila, que vai proceder da mesma forma. Vence a fila que terminar primeiro. (É importante observar se todos do grupo escreveram a primeira letra do seu nome corretamente).



     VALENDO A PALAVRA:

    Descrição:

    • 10 cartelas, cada uma com uma figura na frente e a palavra correspondente escrita no verso;

    • 90 cartelinhas com as letras do alfabeto: três alfabetos completos mais cinco de cada vogal.

    Possibilidade de exploração:

    • Distribuir as letras entre os participantes do jogo. Sortear uma figura e colocá-la no centro da mesa; cada jogador, à sua vez, deverá colocar uma letra embaixo da figura, na sequência certa, para formar a palavra referente a ela. Quem não tiver passa a vez. Formada a palavra, sorteia-se outra figura. Vence o jogo quem terminar suas letras primeiro ou quem tiver menor número de letras quando acabarem as figuras.

    • Cada jogador pega uma cartela, vê a palavra escrita atrás dela e deixa a figura voltada para cima, à sua frente. Depois, cada um pega, sem olhar, oito letras, com as quais tentará formar a palavra relativa à figura que lhe coube. As letras que sobraram ficarão voltadas para baixo, em cima da mesa, para que possa trocar com seus colegas, da seguinte maneira: pega uma letra do vizinho da direita e tenta completar sua palavra; se conseguir vence o jogo, se não conseguir continua oferecendo suas letras avulsas para que o colega da esquerda escolha uma (também sem vê-la).

    • Distribuir as letras entre as crianças e ver quem consegue formar maior número de palavras.

    • Distribuir as letras e verificar quem consegue fazer a palavra mais comprida, ou seja, com o maior número de letras.

    • Cortar pedacinhos de cartolina e fazer coleções de abecedários, desenhando uma letra em cada pedacinho.

    • Fazer o registro do jogo no caderno.



     HISTÓRIA EM QUADRINHO:

    Descrição:

    Um tira de cartolina com 70 cm de largura, riscada (no sentido vertical) de 16 em 16 cm. Figuras selecionadas para formar uma história são colocadas em sequência na tira de cartolina.

    Possibilidades de exploração:

    • Montar a sequência da história juntando as figuras separadas pelo recorte. Narrar a história;

    • Jogar como dominó: distribuir as peças entre os participantes;

    • Quem tiver o começo da história inicia o jogo. Se o seguinte tiver a continuação, coloca a peça; se não a tiver passa a vez;

    • O professor escolhe um tema e, seguindo a ordem alfabética dos nomes das crianças, pede que comecem uma história. Cada criança fala e passa a vez para o próximo, que vai acrescentando dados, modificando o curso dos acontecimentos, caracterizando os personagens, etc.

    • Desenhar/escrever uma história em quadrinho.



     MISTURA MALUCA:

    • Façam um cartaz com figuras de 20 objetos diferentes.

    • Todos olham para o cartaz por 10 segundos. Depois, cada um escreve o nome dos objetos de que lembrar. Quem acertar mais escolhe a próxima brincadeira.



     BRINCANDO DE INVENTAR PALAVRAS! Se você juntar dois nomes de frutas, brinquedos, pessoas ou outros que quiser poderá inventar palavras muito engraçadas. Quer tentar?

    Ligue o nome dos alimentos à palavra inventada:
    MILHO COM LARANJA

    SORVEPOCA

    MARACUJÁ COM CAJU

    BISCOMATE

    AMENDOIM COM MACARRÃO

    MILHANJA

    JABUTICABA COM CARAMBOLA

    MARACAJU

    SORVETE COM PIPOCA

    AMENDOÃO

    SORVETE COM PIPOCA

    JABULIBOLA

    Agora é a sua vez! Desenhe como você acha que seriam:

    SORVEPOCA

    MARACAJU

    BISCOMATE

    JABUTIBOLA

    MILHANJA

    AMENDOÃO



     CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA:

    Rimas de palavras:

    Objetivo: Evocar o entendimento de que praticamente qualquer palavra pode ser rimada.

    Materiais necessários: Palavras a serem rimadas e latas descartáveis

    Atividade: Neste jogo você produz uma palavra a ser rimada (por exemplo: mão) e sinaliza para que as crianças apresentem uma palavra que rime com ela (por exemplo: sabão, pão). A professora deixará em destaque algumas latas para ser alvo de acerto. Em cada lata será fixado/rotulado uma palavra em letra bastão (facilitar a leitura dos estudantes que ainda não estão lendo). O estudante que acertar a lata (utilizar bola de meia) fala uma palavra rimada. As crianças poderão também criar/inventar uma palavra rimada, por exemplo: amarelo – fafarelo. O propósito de exercitar a rima é fazer com que as crianças, antes de mais nada, prestem atenção aos sons da fala:



    1. CAFÉ

    2. MELÃO

    3. PÉ

    4. BOLA

    5. PAPEL

    6. BALA

    7. ELEFANTE

    8. RATO

    9. AMARELO

    10. CHÁ

    11. BANANA

    12. DRAGÃO

    13. TOURO

    14. VALENTE

    15. MÃO

    16. FUTEBOL

    17. PINCEL

    18. CARAMELO

    19. ARANHA

    20. VERMELHO

    21. FAFARELO


    Rimas e aliterações :

    “A rima representa a correspondência fonêmica entre duas palavras a partir da vogal da sílaba tônica” (NASCIMENTO, 2006). E aliteração é uma figura de linguagem na qual existe a “repetição de um ou mais fonemas no começo, no meio ou no fim de palavras próximas ou simetricamente dispostas”.

    É notada a importância do trabalho de consciência fonológica por meio de identificação de rimas e aliterações, pois estes contribuem no desenvolvimento de habilidades nas crianças no início da instrução formal em leitura (mais ou menos aos seis anos de idade)“ (GUIMARÃES, 2006), como, por exemplo, a habilidade de identificação da sílaba inicial e de identificação de fonema inicial revelando-se capaz de prever significativamente a capacidade de leitura e de escrita .

    EX: Detecção de rimas: eu vou dizer três palavras, duas rimam e uma não. Qual não rima? LATA / DEDO / MEDO CHUPETA / BIGODE / ROLETA

    OBS: A professora utilizará buzina para gerar empolgação na atividade proposta. Os estudantes serão divididos em pequenos grupos. Conforme a solicitação da professora, dois grupos virão até a frente, se posicionarão em frente às duas buzinas e após a pergunta o grupo que apertar a buzina por primeiro tem a chance da resposta. Caso a resposta estiver correta o grupo é o vencedor, caso estiver errada o grupo retorna para o centro da sala de aula e é chamado outro grupo.


    PALAVRAS UTILIZADAS:

    PANELA – CARPETE – TIGELA

    QUEIJO – BEIJO – QUERO

    BARRO – CARRO – MATO

    BOLA – MOLA- MATA

    PIPOCA – PANELA – MINHOCA

    GALINHA- GASOLINA –COZINHA

    PÃO – PÁ – CHÃO

    IDEIA- AÇOUGUE – ASSEMBLEIA

    GATO – CARRO –SAPATO

    COZINHEIRO – FAXINEIRO – PINTOR

    PÉ – MEL – CÉU

    BALEIA – FEIJÃO – BALÃO

    LUA – LUZ – CRUZ

    VIOLÃO - ESCOLA – VIOLA

    ATRIZ – NARIZ – ATOR

    LÁPIS – SENHOR – AMOR

    FOGUEIRA – MALETA – MAMADEIRA

    LATA – DEDO –MEDO

    CHUPETA – BIGODE – ROLETA

    PRATO – QUATRO – CROQUETE

    JIBOIA – LIGEIRO – JOIA

    ELÁSTICO – PLÁSTICO – ESTRELA

    ACHOU – CHOROU – FEIJÃO

    APITO – CABRITO - FAROFA



    Inversão de fonemas


    Fonema inicial: “Tire o L de louca e coloque R. Que palavra forma?

    Exemplo de palavras dissílabas:

    • Louca – rouca

    • Toca – foca

    • Sino – pino

    • Dente – pente

    • Coma – soma

    • Lente – sente

    • Terra – serra

    • Pano – cano

    • Couro – touro

    • Chuva – luva

    Exemplo de palavras monossílabas:

    • Rei – sei

    • Cal – sal

    • Sou – vou

    • Cai – sai

    • Cão – mão

    • Lar – mar

    • Chá – pá

    • Xis – giz

    • Boi – foi

    • Véu – céu



    RECONHECENDO O NÚMERO DE SÍLABAS:

    Objetivo: Identificar o número de sílabas presentes no nome dos objetos apresentadas.

    Atividade: Na sala de aula colocar um baú com vários objetos dentro. Os estudantes ficam sentados em grupos e dois deles são convidados a participarem diretamente da atividade, um deles irá sortear o objeto e dizer quantas sílabas tem o nome deste objeto. O outro será o juiz e julgará a resposta do colega, dizendo se está correta.

    Sugestões de objetos: perfume, óculos, sol, girafa, caixa, colar, bicicleta, etc.

    Materiais necessários: baú, objetos variados, brinquedos.



    RIMAS, VERSOS E CANÇÕES:

    Objetivo: Reconhecer as rimas presentes nos versos e canções infantis.

    Atividade: Os estudantes são divididos em grupos e cada grupo recebe uma parte de uma música infantil (versinho) e precisa cantar ou dizer o restante da música, identificando ao mesmo tempo, as rimas que aparecem na referida música. Após, cada grupo apresenta aos demais, as rimas que encontrou. Depois da apresentação o grupo precisa tentar construir, oralmente um novo versinho utilizando algumas das palavras encontradas.

    Sugestões de músicas ou versinhos: “Borboletinha tá na cozinha”, Batatinha quando nasce, A barata diz que tem, etc.

    Materiais necessários: folhas com os versinhos das músicas.





    “Uma das vantagens do aprendizado alcançado através de um brinquedo é o fato de que os enganos cometidos não são considerados erros, mas etapas do processo de descoberta da resposta certa. A exigência de determinados resultados pode transformar uma atividade agradável em tarefa desagradável. Se a criança puder experimentar livremente, sem medo de errar, terá maior chance de acertar e maior motivação para continuar”.



    
     
     
     
     

0 comentários:

Deixe uma resposta

ONDE NOSSOS PÉS PISARAM...

........

LOCAL: Escolas Estaduais de abrangência da 15ª CRE
ANO: 03/2012 - 12/2012
ATIVIDADES: Formação Continuada para os professores das Escolas Estaduais.
- Bloco Inicial da Alfabetização: 1ºao 3º anos do Ensino Fundamental.
- Ensino Médio Politécnico.
Foram atendidas 41 escolas da região do Alto Uruguai, totalizando mais de 500 horas de formação.



LOCAL: Prefeitura Municipal de Barão de Cotegipe/RS
ANO: 09/2012 -11/2012
ATIVIDADES: Formação Continuada para os professores da rede municipal de ensino - Educação Infantil e Ensino Fundamental - Anos Iniciais

........

LOCAL: Associação de Amparo a Maternidade e Infância - ASSAMI Erechim/RS
ANO: 02/2012-08/2012
ATIVIDADES: Formação Continuada para os professores e coordenadores da Educação Infantil

..........

LOCAL: Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais - APAE de Erechim/RS
ANO: 03/2012 - 11/2012
ATIVIDADES: Formação Continuada para os professores da Instituição

........

LOCAL: Prefeitura Municipal de Itatiba do Sul/RS
ANO: 02/2012- 09/2012
ATIVIDADES: Formação Continuada com os professores da rede municipal de ensino e professores estaduais

.........

LOCAL: Prefeitura Municipal de Faxinalzinho/RS
ANO: 03/2012- 07/2012
ATIVIDADES: Formação Continuada com os professores da rede municipal de ensino

........

.LOCAL: Prefeitura Municipal de Getúlio Vargas/RS
ANO: 2012
ATIVIDADES: Oficinas no Fórum Nacional de Educação

.......

LOCAL: Prefeitura Municipal de São Valentim/RS
ANO: 02/2012 06/2012
ATIVIDADES: Formação Continuada de Professores

..........

LOCAL: Centro Educacional e Cultural Algodão Doce/Concórdia-SC
ANO: 06/2009 - Atual
ATIVIDADES: Assessoria Pedagógica na Instituição e Formação de Professores da Educação Infantil

.........

LOCAL: Prefeitura Municipal de Erechim/RS
ANO: 06/2010 - 10/2011
ATIVIDADES: Formação Continuada para os Coordenadores e Professores dos 1º e 2º anos do Ensino Fundamental;Formação dos Professores da Educação Infantil; Assessoria na elaboração dos Planos de Ensino do Ensino Fundamental

........

LOCAL: Prefeitura Municipal de Marcelino Ramos/RS
ANO: 10/2010 - 12/2012
ATIVIDADES: Formação Continuada com os professores da rede municipal de ensino;Assessoria na elaboração dos Projetos Políticos Pedagógicos das escolas;Assessoria na elaboração dos Planos de Ensino do Ensino Fundamental

.........

LOCAL: Prefeitura Municipal de Maximiliano de Almeida/RS
ANO: 02/2011- 07/2011
ATIVIDADES: Formação Continuada para os professores da rede municipal de ensino

........

LOCAL: Prefeitura Municipal de Viadutos/RS
ANO: 04/2011 - 11/2011
ATIVIDADES: Formação Continuada para os professores do sistema municipal de ensino

........